O compromisso com nossos clientes é o pilar de nossa reputação.

Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico

Notícias

Newsletter

TJAP fará audiências com cada Prefeitura para atualizar e detalhar negociação com a CEA

Em nova audiência de conciliação, coordenada pelo Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos (NUPEMEC/TJAP), a Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA), o Governo do Estado e a Associação dos Municípios do Estado do Amapá (AMEAP) voltaram a buscar um acordo visando liquidar dívidas relativas aos créditos tributários do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), bem como os débitos de faturas de consumo de energia destes entes públicos com a companhia. O encontro foi conduzido pelo presidente do Tribunal de Justiça do Amapá, desembargador Carlos Tork. Durante a audiência, representantes da CEA lembraram do acordo assinado em dezembro de 2017, entre o governo do Amapá e as 16 Prefeituras Municipais, que concederam à CEA a extinção dos créditos tributários de ICMS. Em contrapartida direta, a companhia declarou quitados os débitos referentes às contas de energia - exceto valores relativos às faturas de consumo de iluminação pública – devidas até 31 de dezembro de 2017. Apesar do acerto, a companhia alegou que os municípios quebraram o acordo e não pagaram as faturas referentes a janeiro, provocando a suspensão do fornecimento de energia de 14 dos 16 municípios. Na audiência desta segunda-feira (7), a CEA propôs que os municípios apresentem possíveis dívidas para a possibilidade de um novo encontro de contas para quitar dívidas referentes ao consumo a partir de 1º de janeiro de 2018 e fatura de janeiro de 2018. A CEA apresentará em 30 dias a relação de serviços prestados nos municípios (fato gerador) e os municípios, no prazo de 60 dias, apresentarão os respectivos valores de tributos para confronto de débitos. O Tribunal fará audiências em separado com cada município. Foi determinado, ainda, que o Governo do Estado apresente, no prazo de 30 dias, um relatório detalhado do repasse do ICMS de 2018. “Graças ao Tribunal de Justiça as negociações com a CEA têm avançado bastante e, se tudo der certo, nós vamos chegar a um consenso, a um bom termo que seja bom pra Companhia, para o Estado e para todos os municípios”, declarou o presidente da AMEAP e prefeito de Santana, Ofirney Sadala. Com as negociações ainda em andamento, tanto a CEA não poderá cortar o fornecimento de energia referente à fatura de janeiro como os Municípios não podem considerar a Companhia Elétrica inadimplente. “Nosso município desde o início sempre buscou a conciliação com a CEA e mais uma vez nós iremos alocar os nossos créditos de alvará, IPTU e ISS junto à Companhia em audiência inpidual para confrontar esses débitos”, declarou o assessor jurídico da prefeitura de Serra do Navio, Marcelo Nunes. O presidente da Companhia de Eletricidade do Amapá, Marcelino Machado Neto, mais uma vez considerou a audiência o melhor caminho para intermediar a negociação também com os entes públicos. “A intervenção deste Tribunal é sempre precisa e não temos dúvidas que no menor tempo possível nós vamos esclarecer todos os pontos e atender as demandas de todos os lados”, asseverou.
09/05/2018 (00:00)

Contate-nos

Av. Euclides da Cunha  587  D
-  Santa Rita
 -  Macapá / AP
-  CEP: 68901-527
+55 (96) 981085010+55 (96) 991499681
Visitas no site:  25535
© 2018 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.