O compromisso com nossos clientes é o pilar de nossa reputação.

Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico

Notícias

Newsletter

Programa radiofônico Justiça em Casa abre espaço para falar sobre Eleições 2018

A pouco mais de seis meses para as Eleições Gerais de 2018, os Tribunais Regionais Eleitorais desenvolvem ações que promovam no eleitor o interesse pelo voto. A partir desta semana, o programa de rádio Justiça em Casa, que vai ao ar todas as quintas-feiras, das 15 às 16 horas, pela Rádio Universitária 96.9 FM, abre espaço para falar sobre Eleições 2018. Na estreia do quadro, a servidora da Corregedoria do Tribunal Regional Eleitoral, Flávia Araújo, destacou a participação do jovem no processo democrático, em especial aqueles com idade de 16 e 17 anos, que vão exercer o direito ao voto pela primeira vez apesar de não possuírem a obrigatoriedade de votar. “A primeira etapa da campanha Jovem Eleitor começou em novembro de 2017 e mostra a importância do voto desde a Constituição de 1988, quando os ‘caras pintadas’ mostraram o interesse pela política diante do quadro que se apresentava na época, com país saindo da ditadura para a democracia, quando conquistaram o direito do voto aos 16”, explicou. Flávia Araújo relatou ainda que a conquista do jovem pelo voto também foi uma demonstração de maturidade política e, consequentemente um avanço para a democracia, já que é uma fase da vida quando os questionamentos são frequentes e os debates constantes. “Embora muitos não observem, mas o jovem amadureceu politicamente, ele questiona, participa, quer saber quem é o candidato, quais são as diretrizes dos partidos políticos e isso fortalece a democracia e ajuda na escolha do melhor candidato”, prosseguiu. A servidora também evidenciou as redes sociais como uma ferramenta de comunicação muito forte nas mãos dos jovens e que já vem contribuindo com algumas mudanças no cenário político atual. A Justiça Eleitoral ainda lançou a campanha #PartiuMudar, constituída a partir do conceito “vem ser mais um para fazer a diferença”, e complementa a iniciativa do projeto “Eleitor do Futuro”; que faz parte do programa Jovem Eleitor, que busca incentivar o alistamento eleitoral e o voto responsável dos eleitores entre 16 a 18 anos incompletos. Pesquisa realizada pelo TSE em 2017 revelou que dos eleitores entre 16 e 20 anos, 69% acreditam que o voto pode criar um futuro melhor para o país; 58% têm o hábito de discutir política. Em Macapá o número de jovens na faixa etária de 16 e 17 anos é 8.885, sendo 2.251 jovens eleitores com 16 anos e 6.634 com 17 anos.
14/03/2018 (00:00)

Contate-nos

Av. Euclides da Cunha  587  D
-  Santa Rita
 -  Macapá / AP
-  CEP: 68901-527
+55 (96) 981085010+55 (96) 991499681
Visitas no site:  25590
© 2018 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.