O compromisso com nossos clientes é o pilar de nossa reputação.

Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico

Notícias

Newsletter

Professores e técnicos da escola Antônio João conhecem programa de Mediação Escolar do TJAP

A supervisora do programa de Mediação Escolar do TJAP, Euzinete Bentes, apresentou, nesta quinta-feira (09), para professores e o corpo técnico da Escola Estadual Antônio João, situado no bairro Santa Rita, o trabalho de mediação escolar e as atividades desenvolvidas pelo Núcleo Permanente de Métodos Consensuais e Resolução de Conflitos (NUPEMEC/TJAP). O convite para a visita surgiu após a intermediação dos mediadores do Núcleo do TJAP em um conflito entre a coordenação da escola e alguns alunos da instituição. O encaminhamento desta demanda foi feito pelo Núcleo de Atendimento Especializado à Criança e ao adolescente (NAECA), entidade da Defensoria Pública do Estado. “Uma das alunas envolvidas no caso seria expulsa da escola, mas conseguimos intermediar para que ela permanecesse no colégio”, explicou Euzinete. Além dos cursos, capacitações e as instalações de núcleos escolares as equipes do NUPEMEC realizam intervenções dentro do ambiente escolar, em colégios que ainda não possuem núcleos de medicação instalados. “Fomos convidadas para demonstrar como funciona o programa e como eles podem diminuir a demanda de conflitos dentro do ambiente escolar usando as técnicas consensuais de resolução de conflitos”, concluiu a supervisora. A coordenadora do núcleo de mediação escolar da Escola Coelho Neto, Regina Coutinho, e a coordenadora pedagógica Nilce Helena, que atuam como voluntárias no trabalho de mediação escolar e judicial do TJAP, participaram do bate papo falando do trabalho desenvolvido e as experiências vivenciadas dentro do colégio onde atuam e que recebeu o núcleo em 2015. A assistente social e idealizadora do Projeto 3Ss (Semeando Serviços à Sociedade), Dora Ribeiro, também compôs o grupo. Para a diretora da escola, Maria José Uchoa, foi muito gratificante a presença da equipe da Justiça. “As orientações oferecidas pelas mediadoras foram excelentes e hoje a direção da escola se espelhará nesse sentido, pelo aprendizado repassado pela fala delas queremos nesse ano de 2018 implantar o núcleo na nossa escola”, garantiu.
09/02/2018 (00:00)

Contate-nos

Av. Euclides da Cunha  587  D
-  Santa Rita
 -  Macapá / AP
-  CEP: 68901-527
+55 (96) 981085010+55 (96) 991499681
Visitas no site:  18329
© 2018 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.