O compromisso com nossos clientes é o pilar de nossa reputação.

Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico

Notícias

Newsletter

Presidência e Corregedoria do TJAP apresentam novos aspectos de funcionamento das secretarias únicas e gabinetes de juízes

Na segunda-feira (08), primeiro dia de atividades após o recesso forense do Judiciário do Amapá, o presidente do Tribunal de Justiça do Amapá - TJAP, desembargador Carlos Tork, acompanhado dos juízes João Matos e Nilton Bianquini, auxiliares da Presidência e Corregedoria, respectivamente, reuniu-se com chefes de gabinete e assessores de secretarias únicas das Varas Criminais, Cíveis, de Família e Juizados. O encontro aconteceu no Fórum de Macapá para tratar sobre os principais pontos da Resolução 1201/2018- TJAP, que regulamenta o funcionamento destas unidades. O presidente falou dos resultados obtidos com os estudos realizados pela Presidência e Corregedoria do TJAP no tocante as atribuições das Secretarias únicas e a distribuição de tarefas com os gabinetes dos juízes. “No ano de 2017 o foco da gestão foi o ajuste fiscal e financeiro, o que conseguimos devido a um estudo minucioso, que possibilitou a revisão salarial dos servidores. Para 2018 a nossa prioridade será a gestão judiciária, por esse motivo é importante destacar o trabalho do juiz Nilton Bianquini e de sua equipe, que a partir de agora acompanhará o desenvolvimento de cada unidade. Será um trabalho de supervisão das secretarias únicas e de apoio aos gabinetes dos juízes, dentro de um plano que foi desenvolvido”, destacou o presidente. Na reunião, o juiz Nilton Bianquini Filho explicou aos chefes e assessores sobre os estudos feitos para diagnosticar as dificuldades enfrentadas pelas secretarias únicas. O objetivo é promover o ajuste da estrutura destas unidades com os gabinetes dos juízes. “Deste modo, a Resolução 1201/2018- TJAP veio para regulamentar o funcionamento das secretárias únicas e dos gabinetes de primeiro grau no âmbito do Tribunal de Justiça do Amapá. Entre outras finalidades, tem o objetivo de padronizar os atos processuais e ajudar na otimização da força de trabalho em face da crescente demanda e da necessidade de contenção de despesas”, disse o magistrado. “Concluímos que o ideal é colocar cada setor, secretaria única e gabinete para realizar as atribuições que lhes cabem, sem sobreposição de tarefas, de forma que consigam trabalhar em unidade. Com esses ajustes acreditamos que haverá melhoras substanciais no andamento do trabalho realizado”, garantiu o juiz auxiliar da Corregedoria. A juíza Stella Ramos, que está em exercício na diretoria do Fórum de Macapá, também participou da reunião e garantiu que em se tratando das mudanças definidas para as secretarias únicas e gabinetes, estará presente durante todo o mês de janeiro à disposição para esclarecer dúvidas que surgirem. O presidente Carlos Tork também falou durante a reunião sobre outros pontos de dúvidas levantados por servidores, como a reforma do Fórum de Macapá, equalização da força de trabalho e a unificação de remuneração dos assessores jurídicos, respondendo perguntas e esclarecendo detalhes dos procedimentos que serão adotados neste ano.
09/01/2018 (00:00)

Contate-nos

Av. Euclides da Cunha  587  D
-  Santa Rita
 -  Macapá / AP
-  CEP: 68901-527
+55 (96) 981085010+55 (96) 991499681
Visitas no site:  11398
© 2018 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.