O compromisso com nossos clientes é o pilar de nossa reputação.

Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico

Notícias

Newsletter

Conciliações de débitos com a CEA chegam ao quarto mutirão e já somam mais de R$ 2,5 milhões

O Centro Judiciário de Solução de Conflitos (CEJUSC) do Fórum da Comarca de Macapá recebeu mais uma edição do mutirão de conciliação entre a Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA) e consumidores em débito. Durante os cinco dias da ação, que ocorreu no período de 05 a 09 de março, foram agendados 244 processos para negociação, o que corresponde a R$ 1.853,054,24 (hum milhão, oitocentos e cinquenta e três mil, cinquenta e quatro reais e vinte e quatro centavos). As equipes do CEJUSC e da CEA se dedicaram durante todas as tardes a atender o número de 71 audiências de conciliação, além das demandas extrapauta, que foram trazidas para a negociação por consumidores que decidiram solucionar suas inadimplências com a empresa de forma espontânea. De acordo com a gerente de combate a inadimplência da CEA, Pâmela Nascimento, as negociações têm evoluído a cada edição. No ano passado, o primeiro mutirão realizou 159 audiências com sucesso o que, em valores, resultou em R$ 1,5 milhão em acordos. No ano de 2018 já foram realizados o mutirão para os moradores do Residencial Macapaba, onde 200 negociações foram efetivadas representando R$ 788 mil de recuperação de débitos. No Arquipélago do Bailique a audiência com os devedores resultou em 117 acordos, o que representa R$ 304 mil recuperados. “Existem clientes com valores menores e outros com casos mais complexos, mas todos querem sair da inadimplência com a CEA, por esse motivo estamos avaliando cada situação para poder identificar a melhor forma de solucionar esse conflito para gerar uma satisfação mútua”, considerou a gerente da CEA. Para consumidora Ariane Figueiredo dos Santos, a conciliação lhe deu maior tranquilidade para resolver de forma satisfatória o débito. “No trâmite normal é mais difícil porque é necessário o pagamento de uma entrada de 30%, e na conciliação o valor cai para 10%, o que ajuda muito quem tem débitos anteriores. Eu não estava na pauta de intimações, mas fiquei sabendo e resolvi aproveitar a oportunidade para solucionar minha dívida”, explicou. Segundo a servidora do CEJUSC do Fórum de Macapá, Ana Lúcia Rocha da Costa, essa é a melhor forma para a CEA arrecadar e para o consumidor se regularizar sem complicação. “Esse é um momento para que os consumidores vejam os seus problemas solucionados, de uma forma que depois consigam pagar sem se prejudicar financeiramente”, ressaltou. O próximo mutirão está agendado para acontecer na Comarca de Santana, de 09 a 13 de abril.
12/03/2018 (00:00)

Contate-nos

Av. Euclides da Cunha  587  D
-  Santa Rita
 -  Macapá / AP
-  CEP: 68901-527
+55 (96) 981085010+55 (96) 991499681
Visitas no site:  32961
© 2018 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.