O compromisso com nossos clientes é o pilar de nossa reputação.

Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico

Notícias

Newsletter

Comarca de Santana sedia a cerimônia de abertura da 10ª edição da Campanha Justiça pela Paz em Casa

Nesta segunda-feira (05), no hall do Centro Judiciário de Solução de Conflitos (Cejusc) da Comarca de Santana, teve início a 10ª Edição da Campanha Justiça pela Paz em Casa. Magistrados, servidores, colaboradores e representantes da rede de proteção à mulher prestigiaram a solenidade. (VISUALIZAR FOTOS) O presidente do Tribunal de Justiça do Amapá, desembargador Carlos Tork, informou que a campanha ocorre simultaneamente em todo o Brasil e conta com a participação dos 27 tribunais de justiça. “O esforço concentrado surgiu em 2015 e o TJAP vem somando forças deste o ano de sua implantação, participando do enfrentamento à violência contra as mulheres”, disse. O magistrado destacou ainda o trabalho realizado na Comarca de Santana por meio das práticas restaurativas, que ajudam a resolver questões relacionadas aos vários tipos de violência dentro da sociedade, em especial os casos de violência doméstica. “É papel fundamental da Justiça, não apenas resolver o processo judicial, mas também buscar a paz social. A meta oito do Conselho Nacional de Justiça estabelece que seja ampliada a rede de proteção da mulher. Com base nisso buscamos dar mais condições de trabalho ao Juizado da Violência Doméstica de Santana, que hoje conta com um novo carro para suas atividades”, informou o desembargador. A titular do Juizado de Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher da Comarca de Santana, juíza Michelle Farias, expôs sua satisfação pela abertura da 10ª edição da campanha ocorrer naquele município. “Representa o reconhecimento do trabalho e da importância que o município de Santana tem para o cenário do estado do Amapá”. A magistrada complementou falando sobre o desafio que a Justiça tem daqui para frente. “Conjugar eficiência, agilidade, alcance de metas e um atendimento de qualidade, que ouve, vê, acolhe e entrega a prestação jurisdicional necessária para cada situação para que o Judiciário não seja visto apenas como uma máquina fria e distante, que recebe ações e entrega sentenças em tempo recorde, mas sim, aquele que olha para o conflito, analisa sua origem e dá o tratamento adequado, oferecendo maior satisfação e diminuindo a possibilidade de retorno de processos”, finalizou. A coordenadora do Centro de Atendimento à Mulher e à Família (CAMUF) de Santana, Adriana Duarte, também representando a Secretaria Estadual de Políticas Públicas para as Mulheres do Amapá, falou da parceria com o TJAP. “O Judiciário do Amapá tem um olhar especial para a violência doméstica. As juízas de Santana são parceiras com um trabalho imensurável junto há esse tema tão problemático para a nossa sociedade, pois percebemos que os conflitos começam dentro das famílias e repercutem na sociedade”, considerou. A 10ª Edição da Campanha Justiça pela Paz em Casa ocorre durante toda a semana e as unidades do Poder Judiciário estarão priorizando o julgamento de casos envolvendo violência doméstica, além de dar visibilidade a Lei Maria da Penha (11.340/06) dentro dos meios de comunicação e mídias sociais, promovendo informações acerca das medidas protetivas e órgãos que as mulheres podem procurar para garantir sua segurança.
06/03/2018 (00:00)

Contate-nos

Av. Euclides da Cunha  587  D
-  Santa Rita
 -  Macapá / AP
-  CEP: 68901-527
+55 (96) 981085010+55 (96) 991499681
Visitas no site:  29002
© 2018 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.